top of page
Buscar
  • Foto do escritorNéktar Design

Mulheres à frente do negócio! Cinco mulheres contam os seus desafios em empreender

Atualizado: 10 de mar. de 2023

Você sabia que o Brasil é o sétimo país do mundo com o maior número de mulheres empreendedoras? De acordo com dados da pesquisa realizada pelo Global Entrepreneurship Monitor 2020, em parceria com o Sebrae, dos 52 milhões de empreendedores, 30 milhões são mulheres, o que corresponde a 57%. Já em relação às microempreendedoras individuais, as MEIs, esse número muda para 48%.


E não para por aí, segundo o Sebrae, as empresas lideradas por mulheres têm alguns resultados muito positivos como: são empresas mais lucrativas, têm melhor desempenho ambiental e são mais eficientes em termos de capital. E tudo isso só é possível graças aos diversos desafios enfrentados por muitas mulheres no passado, que nos permitiram ter o empreendedorismo feminino forte como é hoje.


Pensando nisso, nós convidamos cinco mulheres empreendedoras, que possuem a história da sua empresa envolvida com a Néktar, para nos contar sobre os desafios de empreender. Quer conhecer suas histórias? Então, confira abaixo:


Gabriela Terrazas, da Do Tambo

foto em preto e branco da Gabriela Terrazas, Diretora Executiva da Do Tambo Laticínios, ao lado o logotipo da Do Tambo escrito Do Tambo Tradição em Iogurte e no final, uma foto de uma mão segurando um iogurte Do Tambo
Gabriela Terrazas, Diretora Executiva da Do Tambo

A Gabriela é a Diretora Executiva da Do Tambo Laticínios, uma indústria de laticínios que produz iogurtes artesanais no Rio Grande do Sul. E para ela, empreender já é o maior desafio, independente do gênero. A Gabriela acredita que é preciso deixar os resultados por si e que através deles, é possível conquistas espaços.


Para Gabriela, a Do Tambo já faz parte da sua vida, pois as suas lembranças de criança são na sede da empresa, fundada em 1995, pela sua mãe, Maria Inês Terrazas. Assim, desde a infância ela foi criando o "sentimento de dono" pelo negócio e foi nutrindo o sonho de levar a Do Tambo para outros estados do Brasil.


Para ela, dar espaço e oportunidades para mulheres é recompensador. E por isso, o seu quadro de equipe, com exceção do time de entregas, é 100% feminino. Tanto em chão de fábrica, quanto em posição de liderança da Do Tambo.


A Gabriela afirma que o carinho dos clientes é uma das maiores conquistas que ela possui. E na sua opinião, uma marca de sucesso é aquela criada com confiança, carinho e honestidade. E para quem deseja se aventurar e ter o seu o próprio negócio, a Gabriela aconselha "Persistência e muito amor pelo negócio, pois é desafiador empreender nesse país."


Carolina de Calos, da Bloom Capital

foto em preto e branco da Carolina de Carlos, Fundadora e CEO da Bloom Capital, ao lado o logot da Bloom Capital escrito Bloom Capital e no final, uma foto de vários cartões de visita da Bloom Capital
Carolina de Carlos, fundadora da Bloom Capital

Quem disse que há uma idade certa para começar a empreender? A Carolina de Carlos, sócia fundadora da Bloom Capital, nos mostra que não.


Após anos atuando no mercado financeiro, que é composto majoritariamente por homens, a Carolina sentiu que esse meio precisava de uma empresa que se diferenciasse. E assim, aos 43 anos, ela criou a Bloom Capital. Bloom, que traduzido do inglês significa florescer, veio para inovar. Possuindo um time composto por mulheres, mães e esposas, que possuem voz ativa em todas as tomadas de decisão da empresa.


A Carolina vê muitos pontos positivos em ter lideranças femininas, pois acredita que as mulheres possuem mais resiliência ao mercado, sensibilidade em gerenciar a equipe, poder de negociação e argumentação, além da valorização do ambiente corporativo.


"Tenha sonhos e metas grandes e não deixe o medo te paralisar", esse é o recado da Carolina para as mulheres que desejam empreender. E essa frase também é a sua motivação para o seu sonho de ver um mercado com mais equidade de gênero e voz ativa para todas as mulheres.


Roberta Manaa, da Ato Produção Cultural e Arquipélago Cultural

foto em preto e branco da Roberta Manaa, proprietária da Arquipélago Cultural e Ato Produção Cultural, ao lado o logotipo do projeto À Luz da Memória Patrimônio em Evidência escrito À Luz da Memória Patrimônio em Evidência e no final, uma foto com uma aplicação de um cartaz sobre À Luz da Memória Patrimônio em Evidência
Roberta Manaa, proprietária da Arquipélago Cultural e Ato Produção Cultural

Empreender em um meio majoritariamente feminino, como o cultural, não é sinônimo de tranquilidade e leveza, é o que afirma a Roberta Manaa, da Ato Produção Cultural, que recentemente, começou a atuar junto da Simone Neutzling na Arquipélago Cultural.


Mas mesmo enfrentando percalços e recebendo alguns "nãos" pelo caminho, a Roberta afirma que empreender em cultura é recompensador. Ela acorda todos os dias com o desejo de fazer acontecer, apesar das dificuldades e deseja que cada vez mais, os seus projetos tenham mais alcance, gerem riqueza e possam ajudar a projetar um futuro melhor.


Tendo como inspiração a sua mãe, que há 25 anos criou a Ato Produção Cultural, a Roberta acredita que empreender exige propósito. Pois há muitos momentos difíceis, pelos quais só é possível passar se for apaixonada pelo que se faz e se tiver o foco na realidade Para ela, quem não acredita de verdade no que está fazendo, pode desistir no meio do caminho, diante das dificuldades e a sua dica para quem quer empreender é "Pra dar certo precisa de propósito, disciplina, crença no trabalho e resiliência."


Gabriela Pötter, da Vinícola Guatambu

foto em preto e branco da Gabriela Pötter, fundadora e CEO da Vinícola Guatambu, ao lado o logotipo da Vinícola Guaambu escrito Guatambu estância do vinho e no final, uma foto de uma uma garrafa de vinho, ao lado, um copo servido com vinho e no fundo, pingos de vinho sobre um fundo branco
Gabriela Pötter, CEO da Vinícola Guatambu

Em um mundo cada vez mais conectado, conciliar o trabalho, as pessoas queridas e o lazer já é difícil. Quando somamos a isso a maternidade e as tarefas de liderar um negócio próprio, o dia a dia de uma empreendedora torna-se ainda mais complicado e, encontrar esse equilíbrio é o maior desafio de empreender, para a Gabriela Pötter.


Fundadora da Vinícola Guatambu, a Gabriela produz vinhos de qualidade internacional e oferece experiências enoturísticas, ou seja, um estilo de turismo e vivência voltados para quem deseja conhecer e apreciar o universo do vinho. Tudo isso, junto de uma equipe formada majoritariamente por mulheres, em torno de 80% do seu quadro.


Para Gabriela nesse mercado, ainda há uma gama de público conservador, mas ela também vê a mudança acontecendo, com um crescente público aberto às inovações. Abertura que a estimulou a investir nesse mercado e também, a impulsiona na busca pelo sonho de expandir o prédio da vinícola e, até mesmo, construir um hotel que aprimore ainda mais a experiência turística e gastronômica relacionada ao vinho.


Inspirada pela francesa, Veuve Clicquot, que após ficar viúva assumiu a vinícola da família, Gabriela afirma que ter a maior parte da equipe formada por mulheres traz muitos benefícios como: o olfato feminino, que é comprovadamente mais apurado e uma maior sensibilidade para perceber tendências, o que contribui para a formação de vinhos diferentes e autênticos. Além disso, o carácter detalhista das mulheres também auxilia com o controle de qualidade das características físico-químicas dos vinhos e sensoriais, até a sua apresentação e embalagem.


"A capacidade das mulheres é gigante para crescer em qualquer área, basta primeiramente ter a confiança e segurança sobre os seus diferenciais e qualidades, para estar forte e vencer os desafios da caminhada", é o recado que a Gabriela manda para as mulheres que têm o sonho de empreender.


Paula Langie, da Néktar Design

foto em preto e branco da Paula Langie, Diretora de Criação da Néktar Design, ao lado o logotipo da Néktar Design escrito Néktar Design e no final, uma foto de uma mão segurando uma lata da bebida spritz da campanha de aniversário da Néktar de 18 anos
Paula Langie, Diretora de Criação da Néktar Design

E como somos uma agência gerida por uma mulher, não poderíamos deixar a nossa Diretora, Paula Langue de fora desse conteúdo. A Paula que está há 18 anos à frente da Néktar Design, acredita que os desafios de empreender existem independentemente do gênero. Mas que para ela, como mulher, a tarefa de "vender o seu peixe" e falar e se portar de maneira comercial, é o seu maior desafio.


Possuindo diversos clientes em seu portfólio, incluindo as marcas desse post, a Paula afirma que está no DNA da Néktar abrir espaço para as mulheres talentosas. Ela torce e vibra por todas as marcas que já passaram pela Néktar, independente do gênero da sua liderança, mas ela atende que as marcas lideradas por mulheres têm um papel de exemplo para as novas gerações. E mesmo que hoje em dia, o mundo já esteja caminhando para uma realidade de mais igualdade, cada vez mais é possível ver exemplos de grandes mulheres empreendedoras que servem de inspiração.


Inspirada por mulheres como Paula Scher, Frida Kahlo, Nise da Silveira, Simone de Beauvoir e Nina Simone, a Paula levou a Néktar a receber duas premiações no IF Design Award, na Alemanha, onde o trabalho da agência foi reconhecido internacionalmente. E mesmo com tamanha conquista, ela ainda sonha em ver a empresa crescer e ser uma das melhores empresas de branding do Brasil.


E se você, mulher, deseja empreender, confira essa dica que a Paula te dá "Conhecimento como base, generosidade para compartilhar sempre, autoconfiança para liderar e paciência, pois as coisas muitas vezes demora a gerar resultados."

42 visualizações0 comentário
bottom of page